.: TRADUZIR O BLOG PARA :.
.....
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
.

Seguidores

21 de set de 2013

Praticante de MMA, senador Magno Malta critica projeto que prevê proibição de transmissão de lutas na TV aberta

 

O senador Magno Malta (PR-ES) é um entusiasta confesso do Mixed Martial Arts (MMA), modalidade esportiva que mescla diversas artes marciais e embala lutas de eventos como o Ultimate Fighting Championship (UFC).

Malta é praticante do esporte e incentivador da prática, usando-o como ferramenta de recuperação de dependentes químicos no projeto social Vem Viver, localizado em Cachoeiro do Itapemirim, Espírito Santo.

Na última sexta-feira, 11 de setembro, o senador participou de um congresso da modalidade no Rio de Janeiro e se posicionou contra o projeto de lei do deputado federal José Mentor (PT/SP), que visa limitar as transmissões de eventos como o UFC a emissoras de TV por assinatura.

Segundo Malta, o projeto é irresponsável por estigmatizar artes marciais como violentas: “Violência são políticos viverem bêbados publicamente nas esquinas e as novelas com cenas fortes em horários impróprios . O deputado José Mentor e sua iniciativa irresponsável, indecente, não mereceram apoio na audiência pública no Congresso Nacional”, disse o senador.

Para Magno Malta, o esporte é sinônimo de superação e dedicação: “O MMA é a união de várias práticas e por isso é a modalidade esportiva que mais cresce no mundo. No Espírito Santo, depois que os capixabas Erick Silva e Marcelo Guimarães mostraram para o mundo que todos jovens podem alcançar o sonho da vitória, as academias estão lotadas de crianças, jovens e até mulheres que buscam mais qualidade de vida”, observou, lembrando dos benefícios à saúde oferecidos pela prática esportiva.

Segundo a assessoria de imprensa do senador, Malta lembrou ainda os efeitos da prática esportiva nas pessoas beneficiadas pelo projeto Vem Viver: “São pessoas hiperativas que buscaram o caminho errado, trouxeram sofrimento para os familiares, mas agora, através do esporte, estão centralizando energia no esporte e conquistando o sonho de subirem no degrau da glória, da recuperação moral e emocional”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário