.: TRADUZIR O BLOG PARA :.
.....
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
.

Seguidores

1 de dez de 2012

NOVIDADES…

 

PARA QUEM GOSTA DE FACEBOOK, VAI AÍ UM SUPER DICA…

* CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK, EM BREVE HAVERÁ SORTEIOS DE BRINDES.

banner da página do face

+ Leia mais...

CULTO DE AÇÃO DE GRAÇAS

 

BANNER DE CULTO DE AÇÃO DE GRAÇAS

+ Leia mais...

30 de nov de 2012

FEITICEIROS GUERREIAM COM PASTOR AO VIVO E SAEM CARREGADOS NA AFRICA… GLÓRIAS A DEUS !

Jesus disse:
"...edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;" Mateus 16:18
"Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum." Lucas 10:19

+ Leia mais...

Grande culto de Santa Ceia–Congregação

 

+ Leia mais...

26 de nov de 2012

Culto na Congregação

Rua Duque de Caxias - Nº 68

Centro - Areia Branca/RN

 

+ Leia mais...

QUAL BÍBLIA DEVO COMPRAR?

QUAL BÍBLIA DEVO COMPRAR?

AUTOR: CRISTIANO SANTANA

De vez em quando, sou abordado por alguns irmãos de minha igreja que perguntam qual Bíblia eles devem comprar. Como existem inúmeras Bíblias no mercado, geralmente digo a eles que cada uma tem pontos negativos e positivos. Informo também que a escolha da Bíblia depende muito do perfil do usuário. Algumas Bíblias são para "usuários iniciantes", outras são perfeitas para "usuários avançados".

Sabemos que nas propagandas dessas Bíblias são apresentados os recursos de que elas dispõem. Entretanto, só a utilização diária delas permite uma avaliação mais precisa de suas vantagens.

O que pretendo, a seguir, é apresentar minhas impressões sobre cada uma dessas Bíblias, não como especialista, mas como um usuário que tem o prazer de folhear cada uma delas.

BÍBLIA DE ESTUDO PENTECOSTAL

Características - cronologia bíblica,10.000 notas aplicativas, notas explicativas, esboço do livro ao longo do Texto Bíblico; perfis de personagens bíblicos,250 eventos da vida de Jesus - 200 mapas de lugares-chave; 260 gráficos e diagramas, Referências Cruzadas, concordância, Megatemas, programa de leitura devocional, etc.

DIFERENCIAL: Como o nome dessa bíblia indica, não há recurso melhor para quem crê na atualidade do batismo no Espírito Santo e nos dons espirituais. Uma vez dei um estudo para uma igreja repleta de crentes do "reteté", com o tema "A Ordem no Culto" utilizando somente essa bíblia. Eles não puderam me acusar de herético, pois eu estava utilizando, como base, a Bíblia Pentecostal de Estudo. É realmente uma ótima autoridade para tratar desses assuntos.

OBSERVAÇÃO- os recursos dessa Bíblia seguem uma visão teológica tipicamente assembleiana, aplicando princípios arminianos (livre-arbítrio) pré-milenistas e dispensacionais. Também se baseiam na atualidade dos dons espirituais. Os comentários costumam ser bastante conservadores. No caso no vinho, por exemplo, há um esforço em persuadir ao leitor de que a bebida utilizada, no período neotestamentário, na verdade era suco de uva não fermentado, sendo que , na minha humildade opinião, não há base escriturística para tal afirmação.

BÍBLIA GENEBRA

Características - 17 Mapas Coloridos, 61 Mapas Ilustrativos, Concordância Bíblica com 3.838 verbetes, introduções aos livros da Bíblia, informações úteis sobre a autoria, data e ocasião, dificuldades interpretativas, características e temas, 19.403 notas de estudo preparadas por 50 eruditos com explicações do sentido do texto bíblico para aplicação em sua vida; 96 notas teológicas sobre temas bíblicos e doutrinários principais; 47 gráficos explicativos (Famílias, cronologias, eventos, dados comparados, ilustrações, tabelas, etc., excelentes para reprodução em transparências ou cartazes)

DIFERENCIAL: É uma bíblia para usuários já experientes. Seus comentários são bem mais técnicos, quando comparados com outras Bíblias. Os comentários teológicos também são fontes valiosas.

OBSERVAÇÃO: Seus recursos principalmente os comentários, giram em torno da teologia reformada calvinista. Há portanto, a predominância das doutrinas da Soberania de Deus, Depravação Total, Graça Irresistível, Perseverança dos Santos e Expiação Limitada. São doutrinas que tem como núcleo a Doutrina da Predestinação.

TEB (Tradução Ecumênica da Bíblia), BÍBLIA DO PEREGRINO E BÍBLIA DE JERUSALÉM

CARACTERÍSTICAS - São Bíblias católicas. Possuem comentários no rodapé que exploram com profundidade incomum o contexto cultural, sociológico e histórico do texto bíblico.

DIFERENCIAL: Algumas notas são altamente técnicas, o que agrada a usuários mais avançados. Um atrativo também são as traduções variantes dessas Bíblias que possibilitam uma compreensão adicional do texto bíblico.

OBSERVAÇÃO: As notas de rodapé dessa Bíblia são altamente influenciadas pela Alta Crítica (Hipótese Documentária) e Baixa Crítica. Para melhor entendê-las, utilizo-me das definições que achei no site MinistérioCACP (www.cacp.org.br):

1. Crítica Textual ou Baixa Crítica - Dá-se o nome de crítica textual à técnica filológica aplicada à reconstituição dos textos originais das obras literárias, que se desenvolveu, sobretudo a partir do estabelecimento dos textos de clássicos antigos e da Bíblia. Ocupa-se mais com a natureza verbal e histórica confinada a vocábulos e suas colocações conforme aparece nos textos bíblicos e seus manuscritos. Na prática sua preocupação principal é restaurar o texto original na base das copias imperfeitas que chegaram até nós provendo a correta leitura e interpretação do texto.

2. Alta Crítica - Método literário de interpretação das Sagradas Escrituras, que tem por objetivo determinar a autoria, data e circunstância em que foram compostos os santos livros. Este método verifica também as fontes literárias e a confiabilidade histórica da Bíblia. Ela consiste em extrair dos textos resultados a partir de um enfoque sobre a natureza, o método, da natureza e conexão do contexto, das circunstancias conhecidas dos escritores bíblicos, o assunto dos argumentos dos diferentes livros sagrados. Ela se ocupa com a nobre tarefa de examinar a integridade, autenticidade e credibilidade dos escritos que compõe o Livro Sagrado. O Alto Crítico procura saber a origem, o autor e como ele compôs o livro. Tudo isso deveria salutarmente ser aplicado às Escrituras. Por exemplo, quando alguém pergunta quando, quem e porque o NT foi escrito está fazendo uma alta crítica da Bíblia.

Enquanto a primeira lida com o texto determinando o que o original dizia, a última lida com a fonte do texto tentando descobrir quem disse, quando, onde e por que foi dito. Mas em ambas as divisões da crítica o questionamento é a característica predominante. O método é sempre o mesmo: Perguntar.

Hipótese Documentária - O alemão Julius Wellhausen deu expressão a esta teoria quando propôs que o Pentateuco foi uma compilação de quatro documentos (JEDS) escrito por autores diferentes e independentes durante um período de cerca de 400 anos sendo finalmente redigido em sua forma básica por volta do quinto século a.C, ou seja, cerca de mil anos depois dos acontecimentos descritos. Wellhausen, considerava as histórias bíblicas como tradições populares que funcionavam como um espelho para transmitir eventos históricos posteriores. Por exemplo, a luta entre Jacó e Esaú nada mais era do que um reflexo da inimizade entre as nações de Israel e Edom, assim como as histórias de Sodoma e Gomorra, o Êxodo e até mesmo o rei Davi.

Geralmente, os comentários da alta e baixa crítica são carregados de pressupostos antisobrenaturalistas, tendo, como consequência a negação da inerrância e inspiração das Escrituras. A Bíblia é tratada como qualquer obra literária. Apesar disso, ainda colhi alguns benefícios consultando essas bíblias.

BÍBLIA APOLOGÉTICA

CARACTERÍSTICAS: Glossário; Índice remissivo; Como identificar uma seita; Hermenêutica; Síntese histórica das religiões e seitas; A salvação nas várias religiões; Credos; Diferenças entre as seitas e a Igreja; Confronto doutrinário através de notas de rodapé; Bibliografia; Mapas coloridos do panorama religioso mundial e brasileiro

A Bíblia Apologética é uma extensão do trabalho do Instituto Cristão de Pesquisas, uma organização que se dedica à defesa das doutrinas geralmente aceitas pelas igrejas protestantes. Além de artigos históricos e analíticos de grupos descritos como seitas, esta Bíblia traz comentários de rodapé refutando diversos argumentos feitos por grupos que não seguem a tradicional linha protestante. Responde a pontos doutrinários do mormonismo, Testemunhas de Jeová, catolicismo, judaísmo, islamismo, maçonaria, espiritismo, adventismo, etc.

DIFERENCIAL: Sem dúvida, muitos dos comentários feitos nesta Bíblia esclarecem questões polêmicas e oferecem algumas dicas boas para responder às falsas doutrinas de vários grupos religiosos. Defendem a divindade de Jesus, a inspiração das Escrituras, a ressurreição corporal, a realidade do castigo eterno, a personalidade do Espírito Santo, etc. Ensinam contra as práticas de poligamia e homossexualismo,e doutrinas da reencarnação, da virgindade perpétua de Maria, etc.1

ATENÇÃO: A Bíblia Apologética não pode ser tomada como uma obra que resolve, definitivamente, todos os temas polêmicos no campo da Teologia. Ainda que seus comentários tentem seguir uma linha ortodoxa de interpretação das Escrituras, não se podem deixar de notar que o seu conteúdo reflete, em grande parte, o posicionamento particular de seus editores. Dessa forma, vez ou outra, o estudante concluirá que alguns ensinamentos dessa Bíblia não são tão ortodoxos assim. Eu, particularmente não concordei com a interpretação dada para 1 Pedro 3:18-20. A maioria dos leitores dessa Bíblia também têm a impressão de que essa Bíblia se omite sobre muitos assuntos de bastante relevância.

BÍBLIA SHEDD - NOVA VIDA

CARACTERÍSTICAS - Cada livro da Bíblia se abre com uma introdução desenvolvida pelo dr. Russell Shedd, que inclui uma análise de seu conteúdo, discussões sobre sua autoria e um minucioso esboço da sua estrutura. Mais de 10 mil comentários em notas de rodapé do dr. Russell Shedd, todos baseados no texto da 2ª edição de Almeida Revista e Atualizada. Contendo: concordância bíblica de 117 páginas;15 mapas coloridos; cronologia bíblica; tabela de pesos, dinheiro e medidas.

DIFERENCIAL: O que mais gosto nessa Bíblia são as notas homiléticas que apresentam mini-esboços para algums passagens bíblicas. Vejam essa, por exemplo, elaborado sobre João 3:16.

Salvação:

1) Sua força motriz - O amor

2) Seu iniciador - Deus

3) Seu mediador - O Filho Unigênito

4) Seu destinatário - O mundo

5) Seu beneficiário - Todo aquele que crê

6) Seu galardão - A vida eterna.

ATENÇÃO: Há algumas críticas conta o comentador desse Bíblia, o Sr. Shedd. O fato dele ter apoiado a teoria do intervalo entre os versículos de Gênesis 1 e 2, levaram alguns a acusarem-no de teísta evolucionista. Há quem enxergue nos comentários de Shedd uma tentativa de explicar racionalmente algumas acontecimento bíblicos, que, a princípio, parecem ser contrários à ciência.

BÍBLIA DE ESTUDO TEMAS EM CONCORDÂNCIA

CARACTERÍSTICAS: A mais completa, original e prática reunião de todos os assuntos tratados pelas Sagradas Escrituras; Os 31.173 versículos da Palavra de Deus reagrupados por assuntos, totalizando 27 grupos temáticos, 242 capítulos, 2360 seções, 4600 assuntos principais, e 8000 tópicos e subtópico

DIFERENCIAL: Sem dúvida é o agrupamento dos versículos bíblicos em assuntos principais, tópicos e subtópicos. A não ser que eu esteja enganado, antes dessa Bíblia só a antiga Bíblia Vida Nova e a Thompson apresentavam cadeias temáticas.

ATENÇÃO: Essa Bíblia usa a linguagem do português atual. Trocou os pronomes "tu" e "vós" para "você" e "vocês", com consequente alteração na flexão dos verbos. Eu, particularmente, não gostei. Outras críticas são de grupos tradicionalistas, literalistas, pelo fato de a NVI não ser uma tradução literal (o que tornaria o texto mais difícil de se entender)[carece de fontes], tendo um enfoque marcado pela equivalência funcional.

BÍBLIA DE APLICAÇÃO PESSOAL

CARACTERÍSTICAS: - Ultimato - espaço onde temas atuais e pertinentes aos jovens são explicados e embasados biblicamente; Olha o Que eu Fiz - jovens contam testemunhos sobre situações onde puderam utilizar versículos bíblicos para solucionar problemas; Quero Saber – perguntas e respostas sobre dúvidas bíblicas; Dilemas Morais – uma história é contada e mostra-se quais versículos podem ser utilizados para solucionar ou entender esses dilemas; Megatemas – estudos sobre diversos assuntos bíblicos; 1.144 notas aplicativas; Perfis de 58 personagens Bíblicos; destaque da aplicação do versículo na vida do jovem; 34 Mapinhas; Versículos destacados para memorização;Linha do Tempo; Sumário; Estatísticas

DIFERENCIAL: Realmente, o que diferencia essa bíblia é o intenção de proporcionar ao estudante uma extração completa do significado prático das Escrituras, respondendo a esta importante pergunta: "quais são as implicações práticas desse texto para a minha vida" ou "o que Deus está falando comigo através desse texto?"

OBSERVAÇÃO: Considero o tipo ideal de Bíblia para dar a um novo convertido. Ela realmente traz tudo "mastigado"

BÍBLIA DE ESTUDO PLENITUDE

CARACTERÍSTICAS: Dinâmica do Reino: cerca de 400 estudos sobre 22 assuntos relevantes à edificação da igreja; Palavras-Chave: mais de 550 termos teológicos, essenciais à compreensão das Escrituras; Verdade em Ação: aplicação prática dos ensinamentos de cada livro bíblico; Mais de 10 mil notas de estudo; Concordância bíblica: com 3,2 mil verbetes e mais de 20,5 mil passagens bíblicas referenciadas;Tabelas de moedas e medidas; Mapas ao longo do texto; harmonia dos Evangelhos; Estudando o Livro de Apocalipse; Respostas espirituais a questões difíceis; O Espírito Santo e a Restauração; Os dons e o poder do Espírito Santo; Mapas coloridos.

DIFERENCIAL: O recurso da Palavra Chave é fenomenal (explicação de termos teológicos) Através desse recurso o estudante tem contato com a origem etimológica de palavras essenciais. No relato de Gênesis, por exemplo, há uma nota excelente sobre a etimologia da palavra criar (bara). No Novo Testamento há notas etimológicas, extensas, sobre as palavras "alma", "carne", "corpo", "espírito", etc. Também fiquei impressionado com os 400 estudos envolvendo 22 assuntos relevantes.

OBSERVAÇÃO: Segundo a minha opinião, é uma bíblia para quem já saiu do estágio de iniciante e quer se aprofundar, ainda mais.

BÍBLIA DE ESTUDO BATALHA ESPIRITUAL E VITÓRIA FINANCEIRA

Não considero essa bíblia digna de meus comentários, haja vista que os seus recursos e comentários são apenas afirmações da infame Teologia da Prosperidade. Leia mais sobre isso em http://www.altairgermano.com/2008/03/bblia-de-estudo-batalha-espiritual-e.html

Como podemos perceber, há bíblias para todos os gostos. É fundamental que o estudante faça uma boa escolha, para que não corra o risco de se arrepender por ter comprado uma bíblia que não se encaixa no seu perfil. Para os mais avançados, recomendo que adquiram todas essas Bíblias. Estou certo de que cada uma delas contribui de uma forma especial e peculiar para o estudo das Sagradas Escrituras. É impressionante como, às vezes, um estudo ou comentário contido em uma delas, revela um particularidade do texto bíblico que estava oculto em outra. Quanto maior a quantidade de fontes menos chances teremos de errar em nosso trabalho exegético.

Talvez, num futuro próximo, eu apresente uma avaliação pessoal de cada um dos comentários bíblicos que possuo.

http://www.estudosdabiblia.net/2004122.htm

 

Bíblia Apologética
Título: Bíblia Apologética
Editora: ICP (Instituto Cristão de Pesquisas) Editora


A Bíblia Apologética é uma extensão do trabalho do Instituto Cristão de Pesquisas, uma organização que se dedica à defesa das doutrinas geralmente aceitas pelas igrejas protestantes. Além de artigos históricos e analíticos de grupos descritos como seitas, esta Bíblia traz comentários de rodapé refutando diversos argumentos feitos por grupos que não seguem a tradicional linha protestante. Responde a pontos doutrinários do mormonismo, Testemunhas de Jeová, catolicismo, judaísmo, islamismo, maçonaria, espiritismo, adventismo, etc.


Sem dúvida, muitos dos comentários feitos nesta Bíblia esclarecem questões polêmicas e oferecem algumas dicas boas para responder às falsas doutrinas de vários grupos religiosos. Defendem a divindade de Jesus, a inspiração das Escrituras, a ressurreição corporal, a realidade do castigo eterno, a personalidade do Espírito Santo, etc. Ensinam contra as práticas de poligamia e homossexualismo,e doutrinas da reencarnação, da virgindade perpétua de Maria, etc.


Ao mesmo tempo, fiquei decepcionado com esta Bíblia por vários motivos. Entre suas falhas:Œ A tradição protestante acima da Bíblia. Os comentaristas valorizam demais a posição histórica “da Igreja” (que quer dizer, as doutrinas geralmente aceitas pelos herdeiros da tradição da Reforma Protestante).


 Cuidado de não ofender os leitores “evangélicos”. Embora existam diferenças importantes entre presbiterianos, batistas, luteranos, metodistas, as principais igrejas pentecostais, etc., os comentaristas não ousam entrar nestas questões. Se o propósito é defender a verdade, por que fugir de controvérsias sobre dons do Espírito Santo, batismo de recém-nascidos, etc.? Por que não criticar as igrejas que desrespeitam as qualificações de pastores, permitem que as mulheres tomem posições de autoridade sobre homens ou profiram doutrinas humanas sobre o reino milenar terrestre? É válido condenar quem está fora da corrente protestante enquanto olha com vistas grossas os divergentes ensinamentos das grandes igrejas evangélicas?


Ž Quando forçados a escolher entre a Bíblia e a tradição protestante, os redatores dessa Bíblia seguem os homens. Observando suas manobras impressionantes para negar a necessidade do batismo para a salvação, contradizendo as palavras de Jesus (Marcos 16:16), Pedro (Atos 2:38), Ananias (Atos 22:16) e Paulo (Gálatas 3:27), percebemos que há lealdade maior à tradição comentar nada sobre textos freqüentemente distorcidos para defender o batismo de crianças pequenas ou para exigir os dízimos dos fiéis, mostram mais preocupação com as opiniões de líderes religiosos atuais do que com a autoridade absoluta do Mestre de todos.

Se as minhas críticas da Bíblia Apologética chegarem até os responsáveis pela redação dela, é bem provável que eu, também, receba o rótulo de herético ou de defensor de seitas. Mas não devemos nos preocupar com tais táticas de homens, mesmo de líderes religiosos. “Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens” (Atos 5:29). Adotemos a mesma atitude de Paulo: “Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo” (Gálatas 1:10).

A Bíblia Apologética, como qualquer Bíblia com notas de rodapé, deve ser usada com bastante cautela. Ela contém notas que ajudam a responder aos ensinamentos errados de alguns grupos religiosos, mas nem todos os seus argumentos vêm da palavra de Deus. As notas dessa ou qualquer outra Bíblia devem ser analisadas da mesma maneira que o discípulo cuidadoso examina este artigo ou ouve qualquer sermão ou palestra. Com o mesmo espírito demonstrado na Beréia, deve examinar cada dia nas Escrituras para ver se as coisas realmente são assim (Atos 17:11). As instruções de Paulo valem hoje: “...julgai todas ascoisas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal” (1 Tessalonicenses 5:21-22).

Ao invés de agradar à maioria religiosa, ou ganhar a aprovação de líderes de igrejas, devemos avaliar qualquer prática ou doutrina pelo critério proposto por Jesus quando ele enfrentou os chefes em Jerusalém: Donde vem esta doutrina, “do céu ou dos homens?” Porque no final de contas, não seremos julgados pela Torre de Vigia, nem pelo Vaticano, nem pelo Instituto Cristão de Pesquisas. A palavra proferida por Jesus nos julgará no último dia (João 12:48). Sejamos fiéis à verdade que ele revelou!

por Dennis Allan

+ Leia mais...