.: TRADUZIR O BLOG PARA :.
.....
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
.

Seguidores

21 de set de 2013

“Miley Cyrus vendeu sua alma ao diabo?”, questiona jornalista, após cantora lançar clipe “Wrecking Ball” em que aparece nua.

 

A cantora Miley Cyrus chocou admiradores e a opinião pública como um todo ao protagonizar, durante o Video Music Awards (VMA), cenas extremamente ousadas e sugestivas.

A perplexidade se formou pelo contraste do episódio com a imagem que a cantora mantinha junto aos fãs quando surgiu interpretando a personagem Hannah Montana, da Disney.

Poucos dias depois, Cyrus lançou uma nova música com um clipe ainda mais polêmico. Em “Wrecking Ball”, a cantora aparece nua num cenário de demolição e com gestos tão sugestivos quanto os que ela apresentou no VMA.

A onda de choque causada pela cantora levou diversas pessoas a se questionarem sobre o que estaria acontecendo com a cantora teen que encantava crianças e adolescentes mundo afora.

Jennifer LeClaire, editora do Charisma News, um dos maiores portais cristão de notícias dos Estados Unidos, publicou um artigo questionando se Miley Cyrus teria vendido sua alma ao diabo.

“Miley está apelando para um choque de valores para criar um frenesi na mídia, e acabou indo muito além do que qualquer coisa que Madonna ou Lady Gaga tenha feito em suas performances mais perversas”, opinou LeClaire.

“Pense nisso por um minuto: Miley Ray Cyrus nasceu em uma família cristã. Na verdade, seu nome verdadeiro é Destiny Hope Cyrus. A ex-estrela de Hannah Montana foi apresentada como cristã e batizada em uma Igreja Batista do sul. Ela usava um anel de pureza, quando era mais jovem, sinalizando seu compromisso para praticar a abstinência até o casamento. Agora ela está estampando manchetes por mostrar os mamilos e muito mais. Então o que deu errado? O que aconteceu, não aconteceu da noite pro dia. Você pode ver o lento declínio da personalidade doce de Miley nos últimos cinco anos”, disse a editora, referindo-se às polêmicas que a cantora se envolveu e a constante mudança de aparência.

Respondendo à pergunta do título de seu artigo, Jennifer LeClaire diz que “não acho que Miley Cyrus vendeu sua alma ao diabo, como alguns podem reclamar”, e completa: “Mas, claramente, Miley já vendeu para o espírito do mundo”.

Concluindo seu artigo, a editora diz que não tem “todas as respostas” para o que poderia ser chamado de crise de identidade da cantora, e afirma: “Uma coisa é certa: ninguém forçou Miley para esfregar-se em um homem casado com o dobro de sua idade na frente de jovens na MTV, e ninguém a obrigou a se despir e dançar em um bola de demolição também. Miley foi levantada com valores cristãos. Ela está fazendo suas próprias escolhas. Ela está enganada. Minha oração é que Miley seja como o filho pródigo e volte ao abraço do pai. Deus está apenas esperando para vê-la vir correndo sobre a colina. Vamos orar para que Miley encontre seu caminho para casa em breve. Nós, pelo menos podemos concordar com isso?”, questiona.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário