.: TRADUZIR O BLOG PARA :.
.....
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
.

Seguidores

3 de dez de 2012

Cristãos na Universidade


O que os cristãos devem fazer quando sua fé é atacada em sala de aula ou em praça pública? Nosso mundo está repleto de ideias, descobertas e tecnologias inovadoras, e se por um lado, toda esta mudança traz com ela benefícios, por outra ótica, para nós, cristãos, isso também pode significar problemas, especialmente quando os valores do pós-modernismo e da vida universitária secular entram em conflito com nossos princípios.

A resposta não está nem na rejeição por atacado da vida intelectual e da cultura nem na aceitação cega disso. Existe a possibilidade de nos envolvermos no mundo intelectual contemporâneo sem que nossa fé seja enfraquecida ou comprometida. Nossa postura deve repousar no entendimento de que Jesus é Senhor de toda a vida e de que tudo nela deve ser atenciosamente visto à luz do que significa o senhorio de Cristo. Diversos cristãos quando percebem que há discrepâncias básicas entre a sua fé e o pensamento contemporâneo, em geral tomam uma de duas atitudes: ou eles sucumbem na fé ou fazem concessões. Alunos cristãos que frequentam uma universidade secular muitas vezes ficam chocados e desorientados quando descobrem que seus professores, os livros e seus colegas de classe não compartilham da mesma fé que eles. Alguns deles, abandonam a fé, esmagados pelo poder e pelo prestígio do mundo científico e incapazes de tirar proveito dos recursos intelectuais da fé cristã, eles se afastam de Cristo. Outra opção comum é fazer concessões, reinterpretar a doutrina cristã de acordo com os pensamentos populares do momento. É possível que uma pessoa fique tão encantada por seu campo de estudo que as respostas que ela dá aos problemas começam a parecer que têm mais autoridade do que a Bíblia. Aqueles que almejam respeitabilidade acadêmica e anseiam por serem aceitos pelos colegas podem não estar dispostos a abandonar totalmente o cristianismo; em vez disso, eles geralmente o reinterpretam de acordo com os padrões e valores contemporâneos. Quando isso acontece, a fé resistente que sempre foi um escândalo e uma pedra de tropeço para o mundo é transformada em algo menor.

Os cristãos não devem ter medo de pensar; que, na verdade, os cristãos têm vantagens sobre não-cristãos quando se trata de usar o intelecto. Do mesmo modo que Jesus Cristo nos ordenou a amar ao Senhor Nosso Deus de todo o nosso coração, de toda a nossa alma, de toda a nossa força, ele também nos ordenou a ama-ló de todo o nosso entendimento.

 

Escrito por Pr Luciano Martini / Sáb, 21 de Maio de 2011 16:07

Nenhum comentário:

Postar um comentário